Contato

Venha nos fazer uma visita!!!

captcha

MENDES GOBBI ECO DESIGN
Rua Bento Gonçalves, 183. Sala 703
(Centro Executivo Pedro Xavier)
Centro | Florianópolis | SC | Brasil
Skype: mgecodesign
+55 48 3364.5177 | 9972.5177
ecodesign@mendesgobbi.com.br
Veja nossa localização no mapa:

fechar

Trabalhe conosco

captcha

MENDES GOBBI ECO DESIGN
Rua Bento Gonçalves, 183. Sala 703
(Centro Executivo Pedro Xavier)
Centro | Florianópolis | SC | Brasil
Skype: mgecodesign
+55 48 3364.5177 | 9972.5177
ecodesign@mendesgobbi.com.br
Veja nossa localização no mapa:

fechar

IDEIAS E SOLUÇÕES PARA
CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL.

Posts com a tag ‘economia’

  • Casa Sustentável | A casa em que nada se desperdiça

    Publicado em 20/07/2011 por | Nenhum comentário

    Quinta feira passada, às 13h15, o Jornal Hoje da Globo, mostrou uma reportagem sobre o Escritório Verde (construído pela Tecverde Enegenharia e parceiros) para a UTFPR [Universidade Tecnológica Federal do Paraná].

    Casa inteligente gera energia para eletrodomésticos e até para o carro | Na coluna de ciência e tecnologia ‘Você não sabia, mas já existe’, Márcio Gomes mostra a casa em que nada se desperdiça [segue link AQUI] [e o vídeo AQUI].


  • O que são Edifícios Verdes?

    Publicado em 26/04/2011 por | Nenhum comentário

    predios-sustentaveis-300x211

    Edifícios verdes são prédios que seguem determinados parâmetros e que têm uma preocupação toda especial com o meio ambiente em que estão inseridos e com a correta utilização dos recursos naturais necessários ao seu funcionamento e a correta destinação dos resíduos gerados por essa utilização. Assim, a preocupação com a eficiência e com a qualidade é sempre voltada para o mínimo impacto ambiental possível.

    O que começou como “uma onda militante” por parte dos ecologistas de “primeira hora” acabou chegando à mesa dos grandes empresários que perceberam que podiam adotar as práticas preconizadas para os edifícios verdes e ainda sim obter lucro com aquela “coisa nova”. A economia gerada com a redução do consumo de água e de energia elétrica compensava de longe os gastos necessários para a conversão dos prédios já existentes ou da construção de novos prédios exclusivamente projetados para serem assim.

    Veja mais »


  • 24ª ENCATHO | Encontro Catarinense de Hoteleiros 2010

    Publicado em 17/04/2010 por | Nenhum comentário

    flyer_para_e-mail_

    ABIH-SC promove oficinas de atualização durante o 24º Encatho

    Entre os dias 28 e 30 de abril a ABIH-SC realiza, no CentroSul, em Florianópolis, o 24º Encontro Catarinense de Hoteleiros (Encatho) e a 22ª Feira de Produtos e Serviços para Hotéis (Exprotel). Durante os eventos serão debatidos assuntos de interesse do setor hoteleiro e de turismo através da troca de informações técnicas e tecnológicas e apresentação de propostas inovadoras e soluções criativas. Durante o evento destinado a empresários, hoteleiros, trade, profissionais do setor, estudantes e fornecedores haverá apresentação de cases; oficinas de atualização; Seminário de Turismo e Hotelaria; Simpósio de Governança Hoteleira; Rodadas de Negócios; Reunião Institucional e momentos de confraternização.

    Quinta-feira | 29 de abril

    Das 14h às 15h, a Arquiteta Maria Lúcia Mendes Gobbi ministra a Oficina “Modernização de hotéis, gastando o mínimo possível”. O tema foi muito requisitado pelos hoteleiros que querem manter seus equipamentos atualizados, mas sem grandes investimentos.

    _

    UPDATE
    * Veja fotos do evento na Fanpage do Grupo Mendes Gobbi neste link AQUI!
    * Para visualizar e/ou fazer download da apresentação (slides) da Oficina ministrada pela arquiteta basta clicar AQUI.


  • Campo Grande/MS constrói casa mais eficiente

    Publicado em 10/03/2010 por | Nenhum comentário

    As obras de construção da 1ª casa sustentável de Campo Grande (estado do Mato Grosso do Sul) já estão em estágio avançado. Foram erguidas as paredes – feitas com tijolos de RCD, resíduos da construção civil e demolição, e finalizados o contra-piso (a matéria-prima é de concreto com raspas de pneus), o madeiramento e a cobertura, com telhas também de RCD.

    Tijolos de RCD

    Tijolos de RCD

    A idéia do projeto da casa é mostrar soluções sustentáveis, e motivar as empresas a utilizarem outras técnicas construtivas que levem em conta a preservação do meio ambiente”, explica o arquiteto da Semadur [Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano], Júlio Lima Vera. A residência tem cerca de 31 metros quadrados e foi projetada nos moldes de uma casa popular da Emha (Agência Municipal de Habitação).

    Veja mais »


  • Os verdadeiros impactos da construção civil

    Publicado em 04/03/2010 por | Nenhum comentário

    Fundamental par971569_515476468560255_573593394_na o desenvolvimento do Brasil, setor responde por 75% do que é retirado do ambiente.  Um dos mais importantes setores da economia, a construção civil é essencial ao desenvolvimento no país, sendo responsável por mais de 2,327 milhões de empregos diretos e indiretos, de acordo com pesquisa do SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) e da FGV (Fundação Getulio Vargas). Em contrapartida, o setor se caracteriza como um dos que mais consomem recursos naturais, desde a produção dos insumos utilizados até a execução da obra e sua operação ao longo de décadas. No Brasil, apropria-se de 75% do que é extraído do meio ambiente.

    RESÍDUOS E CANTEIRO

    Apoderando-se dos recursos naturais, o setor é também, entre todas as atividades produtivas, o maior gerador de resíduos. Segundo Diana Scillag, diretora do CBCS [Conselho Brasileiro de Construção Sustentável], de tudo o que extrai da natureza, apenas entre 20% e 50% das matérias-primas naturais são realmente consumidas pela construção civil. Dados revelam que o volume de resíduos gerado (entulho de construção e demolição), chega a ser duas vezes maior que o volume de lixo sólido urbano. O economista e mestre em tecnologia ambiental Elcio Carelli, da empresa Obra Limpa, afirma que 60% do total de resíduos produzidos nas cidades brasileiras têm origem na construção civil. “Em São Paulo, estima-se a geração de 17 mil toneladas/dia de resíduos, sendo que 30% vêm da construção formal e o restante da informal”, diz ele. A produção de materiais de construção é, ainda, responsável por poluição que ultrapassa limites tolerados em poeira e CO2. O processo produtivo do cimento necessariamente gera o gás carbônico, um dos principais causadores do efeito estufa. Para cada tonelada de clinquer (componente básico do cimento) produzido, mais de 600 kg de CO2 são lançados na atmosfera. Junte-se o sedimento ambiental da produção de outras indústrias com o crescimento mundial da fabricação de cimento, o resultado é que a participação do insumo no CO2 total mais que dobrou no período de 30 anos, entre 1950 e 1980. Outros materiais usados em grande escala têm problemas similares. Scillag afirma que “a reciclagem é prática ideal de transformação para reduzir o volume de extração de matérias-primas, através da substituição por resíduos reciclados, redução de áreas destinadas a aterros, redução de energia referente ao processo de extração, além de possibilitar o surgimento de novos negócios”.

    E continua…

    Texto retirado da Redação AECweb .



© 2014 Mendes Gobbi Eco Design. Todos os direitos reservados.